Tem como curar impotência causa pela diabetes?

Disfunção erétil é um tipo de impotência sexual. É quando o homem não consegue manter ereção suficiente para uma relação sexual ou até mesmo ter uma ereção. A disfunção erétil é um problema recorrente e para ser diagnosticado deve ter um histórico de falhas na ereção em um determinado período de tempo. A falta de ereção ocasional é muito comum, principalmente em adolescentes, mas se for constante deve-se buscar ajuda médica. A disfunção erétil é muito comum em homens mais velhos, de 50 a 80 anos.

Questões emocionais e psicológicas podem ser a causa da impotência sexual, principalmente quando estão relacionadas à traumas e a problemas com a própria sexualidade. Vários problemas com a  saúde física podem causar a disfunção erétil, como doenças neurológicas, problemas hormonais, lesões na medula e até mesmo uma doença chamada Doença de Peyronie, que produz fibrose no corpo esponjoso do pênis, impedindo a ereção e causando dor. A diabetes é um problema relativamente comum que em muitos homens pode causar a impotência sexual.

O que é diabetes?

Diabetes é uma doença muito comum que não sabemos muito bem o que é ou como acontece. A diabetes é um problema no metabolismo da glicose que acontece quando a insulina – hormônio produzido pelo pâncreas – é má absorvida ou sequer é absorvida pelo corpo. A falta de insulina no corpo pode resultar em níveis elevados de açúcar (glicose) no sangue.

O que a insulina faz no corpo?

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas cuja função é metabolizar a glicose (açúcar) para produzir energia. Ela atua permitindo que as células do corpo absorvam a glicose e a transformem em energia. A diabetes é a disfunção na produção desse hormônio, ela produz pouca ou nenhuma insulina. Em alguns casos de diabetes é necessário aplicar diariamente a insulina no corpo. Quando a glicose está em um nível maior que o considerado normal, alguns sintomas aparecem, como formigamento nas mãos e nos pés, sede constante, vontade de urinar com frequência e infecções urinárias recorrentes.

Diabetes causa impotência?

A disfunção erétil pode ser uma consequência da diabetes mal tratada. É muito importante que para ter uma ereção saudável os vasos sanguíneos e os nervos da genitálias estejam saudáveis. Entretanto, em pacientes com diabetes, existe um mal funcionamento dos nervos e no sistema circulatório. É possível acontecer um problema chamado aterosclerose – que é o entupimento dos vasos sanguíneos pelo acúmulo de gordura dentro das paredes – que pode impedir a irrigação de sangue no pênis e portanto, a ereção. Também pode acontecer de perder a sensibilidade dos nervos que estimulam a ereção.

Mangueira de hidrante para baixo fazendo alusão à impotência sexual.

Como curar?

O paciente diabético que sofre com impotência sexual deve primeiramente controlar os níveis de açúcar no sangue. O nível de glicose maior que 140 mg/dl pode lesar as artérias do corpo e consequentemente causar a disfunção erétil. Por isso é extremamente importante o homem começar a cuidar dos níveis de açúcar. Uma dieta livre de açúcar pode ser um grande aliado na hora de tratar a disfunção erétil diabética. Consultar um nutricionista e conversar sobre uma dieta que não tenha grandes restrições pode ser benéfico.

É muito importante para a saúde geral, não apenas desempenho sexual, o homem buscar ajuda médica e acompanhar a diabetes. O médico pode prescrever medicamentos que ajudem a controlar a diabetes e a quantidade de açúcar no sangue. Em alguns casos, pode ser que o médico indique remédios para estimularem o funcionamento da circulação do sangue no pênis, mas lembre-se nunca tome esse tipo de medicamento por conta própria. Embora seja tabu entre os homens, é importante buscar ajuda médica o mais rápido possível, seja na primeira aparição de sintomas da diabetes ou de falhas constantes para manter a ereção. Quanto antes a glicose alta for controlada, menos danos ao organismo.

Terapias alternativas

É chamada terapia alternativa todo o tratamento que o paciente pode fazer por conta própria para melhorar os sintomas e a evolução de uma doença. Isso não significa que não é necessário ir ao médico, mas que com a terapia alternativa o tratamento indicado pelo médico pode ter melhores resultados mais rapidamente. Evite cigarros e bebidas alcoólicas, ambos são extremamente prejudiciais à pacientes diabéticos. Existem algumas dietas que podem ajudar o paciente diabético a controlar os níveis de açúcar e a tratar a diabete. Confira alguns alimentos permitidos para pacientes que sofrem com a diabetes:

  • Leite e derivados – prestar atenção sempre se eles possuem açúcar, se conterem, não consuma
  • Frutas oleaginosas – castanhas, avelãs, nozes e amêndoas
  • Grãos integrais – farinha de trigo (aconselhável substituir por outras farinhas), arroz e macarrão
  • Carnes em geral – evite processados
  • Frutas
  • Gorduras boas – coco, azeite de oliva, abacate e manteiga
  • Legumes – com algumas restrições, como batata, batata-doce, aipim e inhame, todos possuem concentrações de carboidratos que deve-se evitar.

Abacate cortado ao meio.

 

Fontes:

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/diabetes/

http://www.esp.ce.gov.br/index.php/disfuncao-eretil-como-marcador-de-doencas.pdf

https://www.ufrgs.br/lacvet/restrito/pdf/diabetes.pdf

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *