Homem ruivo com a mão sobre a boca e com os olhos fechados na frente de um painel branco.

Impotência tem cura?

Impotência sexual é a dificuldade que o homem tem de manter uma ereção. A impotência pode acontecer por diversos motivos, desde problemas físicos – chamados de origem orgânica – até problemas psicológicos, que são chamados de origem emocional. Para cada tipo de sintoma há um tratamento. Então sim, Impotência tem cura, seja ela feita com terapia ou com remédios. Conheça os tratamentos para as principais causas.

Quais as principais causas da impotência?

Depende se os fatores são físicos ou emocionais? Os problemas físicos são geralmente associados à problemas neurológicos ou hormonais que podem influenciar diretamente no desempenho físico e sexual. Fique atento a qualquer outro sintoma que acompanhe a disfunção erétil, eles podem indicar um problema mais grave. Pode ser que a disfunção erétil seja só um problema e não um sintoma. O tratamento para a impotência sexual causada por sintomas físicos deve ser feito com acompanhamento médico com um especialista. Não use remédios, mesmo que seja Viagra, sem receita.

Impotência tem cura?

Os problemas psicológicos que podem causar impotência sexual geralmente são relacionados à ansiedade. A ansiedade de desempenho geralmente é causada pelo medo de ter relações com um parceiro específico, insegurança ou como o próprio nome diz, insegurança com o desempenho e a qualidade do sexo. Traumas psicológicos e problemas com a sua própria orientação sexual também pode influenciar na impotência sexual. Impotência causada por estresse emocional deve ser tratada com um psicólogo.

Diagnóstico

Procurar atendimento com o urologista é o primeiro passo para o tratamento contra a impotência sexual. Ele pode indicar remédios ou até mesmo métodos para tentar em casa. Porém nem todo o tratamento pode ser resolvido apenas com tratamento com remédios. Existe uma doença chamada Doença de Peyronie, uma doença que pode ser genética e que normalmente aparece depois dos 50 anos. O principal sintoma dessa doença é a presença de fibrose no corpo cavernoso do pênis, região responsável por manter a ereção. Essa doença pode se curar sozinha, com o sumiço dos nódulos e da fibrose, mas em outros casos é tratada com medicamento. Em casos extremos, após a evolução grave da doença, é necessária a cirurgia. Quando o problema é hormonal, busque um endocrinologista, ele poderá indicar o melhor tratamento e ver se a reposição hormonal é necessária.

tratamento para impotência

Durante a avaliação com o médico, ele pedirá um histórico da vida sexual, alimentação e alguns exames. O urologista pode pedir também para o paciente responder um questionário chamado Índice Internacional de Função Erétil, que tem como função entender melhor a causa e o funcionamento da ereção do paciente. As questão são relacionadas à frequência e qualidade da ereção. O médico também pode pedir exames de sangue, para ver as taxas hormonais e ecografias do pênis, para checar se está tudo ok.

Impotência tem cura

Os tratamentos podem ser vários, geralmente o médico indica um tratamento e um “terapia” optativa – que não necessariamente será uma terapia de fato com um psicologo, mas uma outra atividade que pode ajudar no tratamento. Os medicamentos indicados podem ser Viagra, que estimula a circulação sanguínea e testosterona. Nunca use Viagra sem prescrição, pois pode causar severas consequências ao coração. O médico pode indicar injeções no pênis, que geralmente são aplicadas antes da relação sexual e em casos mais graves, uma cirurgia.

Homem tomando pílula.

Quando a causa mais provável para a disfunção erétil for algum tipo de estresse emocional, é necessário buscar um psicólogo imediatamente. Ele ajudará a descobrir a real causa da disfunção erétil e ajudará a trata-lá. O psicólogo também pode indicar tratamentos em conjunto com a terapia. O tratamento com o psicólogo irá ajudar o homem a tratar não só a disfunção erétil, mas qualquer outro transtorno que possa ter se desencadeado com a disfunção. Por isso é muito importante buscar a terapia, mesmo que o motivo da disfunção erétil seja clínico.

A terapia e o tratamento com o urologista à base de remédios são as duas principais linhas de tratamento para a disfunção erétil. As terapias alternativas para a impotência sexual são geralmente atividades e hábitos que o homem pode criar e mudar, para resultados mais rápidos. Uma dieta especial pode ser indicada, em conjunto com um nutricionista. Geralmente são retirados alimentos gordurosos ou muito apimentados. Exercícios físicos são uma opção de terapia alternativa, a liberação de endorfina no corpo pode relaxar o homem e ajudar com o problema de impotência, além de diminuir as taxas de cortisol no sangue (hormônio do estresse). Outra opção que os homens às vezes recorrem é a bomba peniana, que estimula a circulação do sangue no pênis, mas não há evidências que a bomba peniana possa curar a impotência sexual.

Tigela com Kiwi, tofu e cerais.

 

Fontes:

http://www.arquivosonline.com.br/2013/aop/aop_5248.pdf

https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/doenca-de-peyronie/

https://uroweb.org/wp-content/uploads/Male-Sexual-Dysfunction-2012-pocket.pdf

Recomendados para você:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *